[1]
J. Matida e W. W. Cecconello, “Reconhecimento fotográfico e presunção de inocência”, Rev. Bras. Dir. Proc. Penal, vol. 7, nº 1, p. 409, mar. 2021.